quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Debate presidencial na TV Globo

Dilma: ampliamos o emprego com carteira assinada

Direitos trabalhistas e valorização do funcionalismo público. Estes são os compromissos renovados pela candidata à presidência Dilma Rousseff no debate promovido hoje pela TV Globo.
Segundo ela, o governo Lula ampliou o mercado de trabalho com carteira assinada e reduziu, por outro lado, a precarização no setor público. Estas conquistas, afirmou Dilma, serão mantidas em seu governo.
“O que a gente via era o bico, mas nós aumentamos a formalização. Tanto é assim que batemos todos os recordes na geração de emprego com carteira assinada. É importante que o aumento do emprego ocorra mantendo os direitos trabalhistas, como FGTS, 13º salário e férias”, defendeu a candidata, citando os 14,5 milhões de empregos formais criados nos últimos oito anos.
Dilma explicou que a expansão do mercado interno e do crédito em cerca de R$ 1 trilhão foi fundamental para a geração recorde de emprego, pois permitiu o aumento do consumo e da produção.
Segundo ela, as medidas de combate à crise econômica de 2008 também impediram que o Brasil seguisse o caminho dos países desenvolvidos, que registram hoje altos índices de desemprego. Por meio do corte de impostos sobre automóveis e produtos da linha branca, o governo conseguiu sustentar o consumo, o emprego e a renda.
O governo Lula também respeitou o funcionalismo e reduziu a terceirização de cargos no setor público, afirmou Dilma. Segundo ela, o fortalecimento das estatais, como a Petrobras, só foi possível por meio da valorização de seus trabalhadores.
“Acredito no funcionalismo de carreira. Acabamos com a precarização por meio de concursos públicos. Esta foi uma característica do governo do presidente Lula“, afirmou.

Nenhum comentário: