sexta-feira, 23 de julho de 2010

Partidos da Unidade Popular pelo Rio Grande consolidam programa de governo

A construção de um plano de governo conjunto, com propostas de todos os partidos que integram a coligação Unidade Popular pelo Rio Grande (PT-PSB-PC do B), será prioridade segundo a fala dos dirigentes das siglas que, nesta sexta-feira (23), entregaram suas propostas durante reunião com os candidatos a governador Tarso Genro (PT) e Beto Grill (PSB), em almoço no Restaurante Copacabana, em Porto Alegre.
Em recente reunião com a coordenação de campanha, Beto Grill apresentou sugestões para o Detran, para a construção de uma ponte alternativa sobre o Guaíba e ações para infraestrutura do Estado, com ideias para portos, aeroportos, rodovias e hidrovias.
Na reunião de hoje, cuja mesa foi coordenada pelo presidente estadual do PSB, Caleb de Oliveira, o coordenador da bancada do PSB na Assembleia Legislativa, Mário Bruck, apresentou o caderno de sugestões dos socialistas.
Destacou a necessidade de fortalecimento da agricultura familiar aliada à agroindústria familiar, o fortalecimento da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), para que a instituição retome sua função de indutora do desenvolvimento regional, a transformação do Detran-RS numa instituição que tenha a defesa da vida como prioridade, desenvolvimento de uma logística de infraestrutura e produção de energia limpa.
O PSB ainda está propondo ações nas áreas de Saúde e na criação de redes de cooperação. Bruck elogiou, em nome do PSB, a discussão democrática que está sendo travada com os partidos que compõem a coligação. “A forma como estamos construindo este plano de governo mostra que somos capazes de fazer a grande transformação que o Rio Grande do Sul precisa, com justiça social”, afirmou.
Na mesma linha de raciocínio, Beto Grill disse estar certo de que o trabalho desenvolvido está no caminho certo. “Estamos mostrando que aprendemos com a nossa própria história porque é possível, sim, a convivência fraterna quando temos objetivos comuns”, avaliou. “Tenho certeza de que estamos prontos para governar este Estado”, completou o candidato a vice-governador, lembrando que os partidos de esquerda do RS precisam ter a competência de continuarem transformando em votos o patrimônio que adquiriram juntos.
Ao encerrar a reunião, Tarso avaliou que a coligação Unidade Popular pelo Rio Grande é hoje fruto de alianças anteriores, o que significa um amadurecimento. O candidato lembrou, ainda, a agenda com o presidente Lula, marcada para o próximo dia 29, junto com a candidata a presidente Dilma Rousseff. “O primeiro comício que vai festejar unidade do campo popular e o apoio do presidente as nossas candidaturas”, enfatizou.
FOTO: CACO ARGEMI
Fonte: www.tarso13.com.br

Nenhum comentário: