sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

FSM10: Ferronato defendeu recursos do pré-sal para pesquisa em energias renováveis

Ao participar ontem (28) da Oficina “Desenvolvimento sustentável, política energética e mudanças climáticas”, o vereador Airto Ferronato sustentou que em primeiro lugar deve-se compreender o conceito de sustentabilidade para avançarmos na luta pela melhoria do planeta. Na sua opinião, o tema pode ser interpretado sob três aspectos: econômico, social e ambiental.
Para Ferronato, é importante que o cidadão se conscientize como um ser globalizado, e que devemos partir da sustentabilidade econômica a fim de tratar do tema por completo.
"No caso do pré-sal, como ainda temos uma economia dependente do petróleo, precisamos defender que parte significativa de seus recursos sirvam, de fato, para avançarmos na produção de energias limpas e renováveis, a exemplo do biodiesel, do etanol e da energia eólica, conforme previsto no Fundo Social, já aprovado pela Câmara dos Deputados", disse o vereador.
Também foi palestrante do evento o economista e assessor da Bancada do PSB na Assembleia, Tarcisio Minetto, que falou sobre o fracasso da COP-15 e ressaltou que os países industrializados têm grande contribuição no efeito estufa e nas consequências da poluição mundial. “Este debate precisa ser revisto. E a questão de sustentabilidade ambiental, social e econômica precisa buscar o equilíbrio preservacionista”, disse Minetto.
O Secretário de Meio Ambiente de Passo Fundo, Clóvis Alves, expôs seu trabalho realizado no município, com destaque para a iniciativa pioneira na criação das chamadas Reservas Particulares de Patrimônio Natural (RPPN).
A atividade o correu a partir das 14 horas, no auditório da Delegacia Regional do Trabalho (DRT), dentro da programação do Fórum Social Mundial 2010.
Foto: Carolina Kazue

Nenhum comentário: