quinta-feira, 30 de abril de 2009

1.° "Chimarrão com Política" teve debate e participação de alto nível


Realizada na noite de ontem (29/04/2009), a primeira edição do evento Chimarrão com Política teve painéis e debates qualificados, contou com a presença de mais de 50 pessoas, sendo avaliada pelos organizadores como bastante positiva e satisfatória.
O Vereador Airto Ferronato destacou, na abertura, a importância deste tipo de evento como espaço de debate informal e constante entre dirigentes, militantes e simpatizantes, além dos espaços tradicionais de direção do partido.
Com o tema "Formação Profissional, Educação a Distância (EAD) e Inclusão Digital", os painelistas abordaram temas atuais, relevantes e de interesse dos socialistas.
O primeiro a falar foi o Diretor Estadual do SENAI, Dr. Paulo Presser, que abordou, entre outros aspectos, a experiência do SENAI em diversas áreas de formação profissional no RS e no Brasil, bem como suas experiências em EAD e o grande número de egressos da instituição absorvidos pelo mercado de trabalho.
O Professor Sérgio Kieling Franco, Secretário de Educação a Distância da UFRGS e Presidente da Associação das Instituições de Educação Superior Públicas para a Educação a Distância (UNIREDE), abordou os avanços que esta área tem permitido em termos de oferta e acesso ao ensino universitário para pessoas que até então não teriam esta condição, seja por compromissos profissionais ou familiares, localização de moradia, etc. Também destacou que a experiência das Universidades Federais em EAD tem agregado diversas outras instituições parceiras, tecnologias e ferramentas, na perspectiva de qualificar e otimizar a consorciação entre atividades presenciais e à distância, adequadas para diferentes etapas do processo acadêmico.
Já o Coordenador da Associação de Software Livre.Org, Sady Jacques, relatou os diversos exemplos recentes no mundo, de empresas públicas e privadas, na adoção dos aplicativos livres para computadores, destacando as vantagens econômicas destes em relação aos softwares proprietários. Da mesma forma, salientou o aspecto colaborativo na construção dos programas, que possuem seus códigos fontes abertos, ou seja, podem ser copiados e aperfeiçoados por qualquer pessoa.

Nenhum comentário: