terça-feira, 20 de maio de 2008

PSB e PCdoB debatem propostas no ato "Porto Alegre Pode Mais"

Mais de 250 pessoas participaram do Seminário "Porto Alegre Pode Mais", realizado neste sábado (17), no Hotel Everest, centro da capital gaúcha. Coordenado pelos deputados federais Beto Albuquerque (PSB) e Manuela D'Ávila (PCdoB), o encontro marcou o início de um processo democrático e participativo para elaboração de propostas para Porto Alegre. Na ocasião foi lançado o site http://www.portoalegrepodemais.com.br/, para o qual a sociedade pode enviar sugestões e idéias para as melhorias da cidade.

O evento foi dividido em dois momentos. No primeiro, intitulado de "Cidade desenvolvida, moderna e mais humana", foram apresentadas experiências exitosas nas administrações das cidades de Olinda (PE), São Vicente (SP) e São Gabriel (RS).

A prefeita de Olinda, Luciana Santos (PCdoB) já quase no final do seu segundo mandato, fez um balanço no qual destacou a política de desenvolvimento implementada naquela cidade histórica. Já o prefeito Tércio Garcia, da cidade de São Vicente, litoral paulista, comemorou os bons resultados da sua gestão quanto à diminuição da criminalidade e consolidação de programas sociais voltados para crianças e adolescentes. Ao longo dos três últimos governos, todos com o PSB à frente da administração, os índices de violência caíram 52%, sobretudo os homicídios. O prefeito da cidade gaúcha de São Gabriel, Balbo Teixeira (PR), destacou especialmente o programa de modernização administrativa, que tem como objetivo a qualificação do atendimento e dos serviços prestados à população.


Políticas inovadoras para Porto Alegre

A segunda parte do encontro esteve focada na realidade da capital gaúcha, seus problemas e oportunidades de mudanças. A coordenadora da mesa, Manuela D'ávila, afirmou que o principal desafio colocado é pensar e construir a Porto Alegre do século 21, buscando soluções inovadoras. Para ela, o encontro abre um momento rico de participação da sociedade, que "deve estar unida, e pensar junto o que é melhor para a cidade”.

Dentro do tema "Porto Alegre Pode Mais" o arquiteto e urbanista Luiz Carlos Zubaran, defendeu a necessidade de a cidade recuperar sua trajetória de desenvolvimento e humanização. Para ele, falta planejamento estratégico de longo prazo para a capital gaúcha. O diretor presidente do Ceitec (Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada), Sérgio Dias, apresentou as diretrizes do órgão, como o desenvolvimento da indústria nacional através da propriedade intelectual, construção de pólo de referência para a atração de novas empresas com a criação de um ecossistema e o desenvolvimento de parcerias entre empresas e instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais. Disse que o futuro do empreendimento depende muito do envolvimento do município. Sobre saúde, que está entre as principais demandas da população de Porto Alegre, a superintendente do Grupo Hospitar Conceição, Jussara Cony, defendeu maior integração entre os entes públicos. Sugere também processo de regulação integrado e regionalização, com a informatização do sistema de agendamento de consultas e acompanhamento de pacientes.


Interatividade

O projeto "Porto Alegre Pode Mais" foi concebido como um espaço dinâmico e interativo, por isso ocorreu no encontro o lançamento da página http://www.portoalegrepodemais.com.br/, que possibilita o envio de idéias e sugestões sobre políticas públicas inovadoras para a capital gaúcha.

Além disso, haverá encontros regionais em Porto Alegre, durante os meses de maio e junho, para discutir temas específicos como saúde, segurança, educação, desenvolvimento, esporte, cultura e lazer, entre outros.

O evento significou a largada do processo de construção participativa do programa de governo que será defendido pela frente partidária que está apresentando a candidatura de Manuela D'Ávila à prefeitura da capital gaúcha.

Nenhum comentário: