segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Socialistas comemoraram novas filiações

“O PSB cresce como uma alternativa de esquerda democrática e popular, formada por lideranças com perfis de qualidade na produção do debate político e de construção partidária, apresentando-se como alternativa política forte e séria para a sociedade". A afirmação é do vice-presidente nacional, deputado Beto Albuquerque, durante ato de filiações em 01/10/2007, em Porto Alegre.

Na oportunidade, ingressaram no PSB mais de 20 lideranças, entre elas o ex-vereador, jornalista Lauro Hagemann, que retornou à sigla acompanhado do filho, o cientista político Lauro Roberto Hagemann (foto). "É uma honra para nós socialistas receber no partido esta figura histórica que é o amigo Hagemann. Uma pessoa cuja trajetória política se destaca pela ética e coerência", disse Beto, ao salientar que o PSB é um partido que tem grande participação na política nacional e estadual. "Governamos três estados, elegemos três senadores e contamos com 30 deputados federais. E aqui no Rio Grande do Sul administramos 13 prefeituras, 09 vice-prefeituras, elegemos 02 deputados estaduais e temos 120 vereadores. Estamos crescendo com responsabilidade e qualidade".

Entre os novos filiados, destacamos: Wilson Santos, policial militar aposentado, compositor e ex-vereador; Luis Carlos Mattozo, ex-vereador em Pelotas por 03 mandatos e candidato a vice-governador em 2002; Florenício Alves dos Santos, Cientista Social e Presidente do Conselho Municipal de Justiça e Segurança; Marcos Vinícius Pereira, Economista e Professor da Fundação Getúlio Vargas; DJ Fábio Titico, produtor cultural, morador do Bairro Sarandi; Guaracy Rocha Vieira (Paco), fundador e ex-presidente da Escola de Samba União da Tinga; Eduardo Morales, Eng. de Produção, morador do Bairro Itu Sabará (SESC); Dagoberto Antunes Nunes, jovem empresário; Rosamaria dos Santos, servidora pública municipal; Gilmar Benites, construtor, morador da Lomba do Pinheiro; Marta de Souza, comerciante; Ilton Rogério Ribeiro Gonçalves, motoboy e Márcio Antônio Espinoza, produtor cultural.

Nenhum comentário: